DICAS

A cerâmica é o material artificial mais antigo produzido pelo homem, existindo a cerca de dez a quinze mil anos. Do grego “kéramos”, “terra queimada” ou “argila queimada” é um material de imensa resistência, sendo freqüentemente encontrado em escavações arqueológicas.


 

A cerâmica é uma atividade de produção de artefatos a partir da argila, que se torna muito plástica e fácil de moldar quando umedecida. Depois de submetida a uma secagem para retirar a maior parte da água, a peça moldada é submetida a altas temperaturas ao redor de 1.000°C, que lhe atribuem rigidez e resistência, mediante a fusão de certos componentes da massa, e em alguns casos fixando os esmaltes na superfície.


Essas propriedades permitiram que a cerâmica fosse utilizada na construção de casas, vasilhames para uso doméstico e armazenamento de alimentos, vinhos, óleos, perfumes, na construção de urnas funerárias e até como “papel” para escrita.

1. Recomendamos o uso de fundo preparador sobre a telhas, antes da pintura acrílica, com a finalidade de garantir melhor aderência a pintura.

2. Sempre fazer cortes de cantos nas telhas intermediárias a fim de garantir uma perfeita estanqueidade da cobertura ( vide catálogos técnicos).

3. A leitura de um dado em percentual não significa a mesma quando lemos em graus, ou seja, por exemplo : 10º = 17,6 % , isso significa que a cada 1m na largura deve-se subir 17,6 cm na altura.

4. Na hora da instalação contrate um profissional qualificado que tenha total conhecimento de nossos catálogos.

5. Na aquisição das telhas, verificar se os comprimentos das telhas estão de acordo com as distâncias colocadas no projeto.

6. As telhas de fibrocimento são mais leves que as telhas cerâmicas, e, além da rapidez da montagem proporcionam uma grande economia no madeiramento.

7. A telha Maxiplac comparada à telha Ondulada apresenta uma economia de custo, visto que, apesar de ser uma telha um pouco mais cara há uma grande economia na estrutura ,pois, o vão livre vencido é maior.

A diversidade de telhas é imensa, são feitas em materiais como cerâmica, fibrocimento, metal, concreto, recicláveis. Para cada tipo de construção,  necessidade e bolso: um tipo. De acordo com a engenheira civil Lígia Maria Bertoncelo, cada telha possui características próprias de aplicação, utilização e acabamento.

A característica arquitetônica da obra será o primeiro item a ser avaliado. "Os aspectos técnicos como acústica, isolamento térmico e inclinações são relevantes na hora de especificar o tipo de telha", avalia Ligia.

Para residências, principalmente aquelas com teto mais inclinado, a indicação são as telhas de barro ou concreto. As de fibrocimento e ecológicas são mais utilizadas em telhados com inclinação menor.

Algumas dicas para conferir a qualidade de cada tipo de telha. "No caso das cerâmicas, o som emitido ao 'bater' na mesma, deve ser metálico.

As de concreto e fibrocimento devem seguir padrões e normas de dimensões e peso. As telhas metálicas necessitam receber pintura para proteção, de preferência eletrostática, proporcionando maior durabilidade". Observar os acabamentos da obra como rufos, calhas e cumeeiras garantem uma maior proteção.

A inclinação das telhas é outro item que deve ser muito bem avaliado. "Inclinação muito pequena pode dificultar o escoamento da água da chuva, inclinação muito grande, será necessário amarrar as telhas para que não se soltem", destaca Ligia.

© Copyright 2019 - Todos os direitos reservados.

Rua Lourenço Roldi, 150
São Roque do Canaã - Espírito Santo
Cep: 29665-000
Telefax: (27) 3729-1368
Produzido por: Miraline